sexta-feira, 25 de março de 2011

Deixa-me beijar-te

Tenho sede. Preciso de palavras. Mas não podem ser vocábulos quaisquer, porque o meu sentimento está demasiado ferido, demasiado ensanguentado. Tenho sede. Preciso do conforto das palavras, preciso dos beijos das frases. Tenho sede. Aproxima-te, deixa-me beijar-te.

2 comentários: